• aumente a fonte
  • diminua a fonte
  • aplique contraste

II EPQIM | 2013

Questões Indígenas e Museus: Enfoque Regional para um Debate Museológico

Período

de 6 a 8 de agosto de 2013

Local

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

Em 2013, o II Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus foi realizado em agosto, junto com a II Semana Tupã em Comemoração ao Dia Internacional dos Povos Indígenas. O evento propôs aprofundar o debate sobre a pesquisa e a problemática indígena do oeste, a educação patrimonial em museus, as ações desenvolvidas pelo Centro de Referência Kaingang do Museu Índia Vanuíre, além de discutir os recentes estudos a respeito das questões indígenas. Contou com apresentações institucionais de museus arqueológicos e indígenas do oeste do Estado de São Paulo.

Já a II Semana Tupã em Comemoração ao Dia Internacional dos Povos Indígenas, propôs atividades com o objetivo de ampliar as reflexões sobre os assuntos indígenas na atualidade, e aproximou a comunidade tupãense e de outros municípios das culturas indígenas, em especial dos habitantes das terras (T.I.) Vanuíre e Icatu, povos de origem Kaingang, Krenak e Terena. Durante cinco dias, na Praça da Bandeira, a instituição ofereceu oficinas de língua Krenak, de confecção de zarabatana, de culinária, de ocas em miniatura, de técnicas de trançado, de pintura corporal, apresentações de dança e música, além da Feira de Artesanato e Culinária Indígena.

Programação

6 de Agosto

Credenciamento

Abertura

Debate – Pesquisa e a problemática indígena do oeste

Apresentou e discutiu pesquisas sobre questões indígenas no oeste de São Paulo, com abordagens arqueológica, antropológica e museológica. Com Juliana Aparecida Rocha da Luz, Neide Barrocá Faccio (Unesp/Presidente Prudente), Niminon Suzel Pinheiro (Unirp), Robson Antônio Rodrigues (Fundação Araporã), Marília Xavier Cury (MAE-USP). Coordenação: Louise Alfonso.

Debate – Educação patrimonial em museus e participação

Discutiu objetivos, estratégias e metodologias adotadas em ações educacionais comprometidas com a participação de segmentações sociais. Avanço em discussões metodológicas e compromissos com comunidades tradicionais, dentre elas as indígenas, conhecer e debater ações educacionais voltadas às histórias e problemáticas indígenas. Com Marcia Lika Hattori (MAE-USP), Carla Gibertoni Carneiro (MAE-USP), Louise Alfonso (Zanettini Arqueologia), Camilo de Mello Vasconcellos (MAE-USP). Coordenação: Marília Xavier Cury.

Centro de Referência Kaingang – Avanços e Perspectivas

Apresentar para discussão as diretrizes e ações desenvolvidas pelo Centro de Referência Kaingang do Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre. Com Marília Xavier Cury (MAE-USP) e Denise Yonamine (Museu Índia Vanuíre).

7 de Agosto

Reconhecimento – Museus 1

Apresentou propostas de museus arqueológicos e/ou indígenas de São Paulo, promovendo trocas e parcerias. Participações do Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara; Centro de Museologia, Antropologia e Arqueologia (Unesp/Presidente Prudente); Museu de Arqueologia de Iepê; Museu Água Vermelha (Ouroeste). Debatedora: Niminon Suzel Pinheiro.

Debate – Pesquisa e Reflexão 1

Levantou pontos para debate e conhecimento, e discutiu pesquisas recentes ou em andamento sobre questões indígenas, refletindo sobre a relação com o museu a partir de distintos pontos de vista. Com Pedro Libanio (UniRio), Laércio Fidélis Dias (Unesp/Marília), Josué Carvalho Kanhgág (UFMG). Coordenação: Robson Rodrigues.

Conversa sobre a cultura Kaingang hoje com Kujá Jorge Garcia Kanhgág

Presença do Kujá Jorge Garcia Kanhgág (sábio Kaingang da T.I. Nonoai/RS). Mediação: Josué Carvalho Kanhgág. Visita à exposição temporária KANHGÁG – Arte, Cultura Material e Imaterial.

8 de Agosto

Reconhecimento – Museus 2

Proposta de museus arqueológicos e/ou indígenas de São Paulo, promovendo trocas e parcerias. Participação Museu Histórico e Arqueológico de Lins, Centro Regional de Arqueologia Ambiental (MAE-USP/Piraju), Museu Histórico e Pedagógico Marechal Cândido Rondon (Araçatuba), Museu de Antropologia do Vale do Paraíba (Jacareí). Debatedor: Davidson Panis Kaseker.

Debate – Pesquisa e Reflexão 2

Discutir pesquisas recentes ou em andamento sobre questões indígenas e museus, abordando questões identitárias, de memórias, reconhecimento e pertencimento. Com Maíra de Freitas Cammarano (USP), Patrícia Maciel Gazoni (USP), Viviane Wermelinger Guimarães (USP e UFSC), Thais Fernanda Alves Avelar, Adriana de Oliveira Silva (USP). Coordenação: Marília Xavier Cury.

Abertura da II Semana Tupã em Comemoração ao Dia Internacional dos Povos Indígenas

Apresentação de cantos e danças Kaingang pelo grupo permanente de “Resgate Cultural Kaingang” da T.I. Vanuíre. Introdução do grupo: Kujá Jorge Garcia Kanhgág (sábio Kaingang da T.I. Nonoai). Apoio: Josué Carvalho Kanhgág.

Feira de Culinária e Artesanato Indígena

Local: Praça da Bandeira, s/nº – Centro – Tupã/SP

“Reconhecimento – Museus Paulistas e Questões Indígenas”

Apresentação de pôsteres de museus paulistas que possuem coleções ou objetos relacionados às culturas e histórias indígenas, possibilitando conhecimento, parcerias e trocas.

Exposição Temporária “Kanhgág – Arte, Cultura Material e Imaterial”

“Kanhgág – Arte, Cultura Material e Imaterial” apresenta os artefatos confeccionados pelos Kaingang das terras indígenas de Nonoai e de Iraí, no Rio Grande do Sul. A exposição contém objetos contemporâneos, entre eles cestarias, adornos e indumentária festiva de moças e rico registro fotográfico. A exposição traz também as representações do Povo Kaingang sobre sua cultura material (artefatos) e imaterial (grafismo e pintura corporal que remetem aos ancestrais mitológicos), além de identificar e revitalizar a estética da “arte Kanhgág”.

Data: agosto/2013, das 9h às 17h

Local: Museu Índia Vanuíre (Rua Coroados, 521, Centro – Tupã/SP)

Informações: (14) 3491-2333

Entrada: gratuita

Fotos do evento

regua-de-logos-museu-india-vanuire-governo-sp

Todos os direitos reservados. © Museu Índia Vanuíre 2020.