Caso não esteja visualizando, veja aqui.

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Museu Índia Vanuíre e ACAM Portinari, informam:

Boletim 27
Tupã | Agosto | 2021

RECURSOS DE ACESSIBILIDADE DO SITE DO MUSEU ÍNDIA VANUÍRE

“A acessibilidade é um processo dinâmico, associado não só ao desenvolvimento tecnológico, mas principalmente ao desenvolvimento da sociedade.”

(TORRES; MAZZONI; ALVES, 2002, p. 01)

A inclusão social de pessoas com deficiência é uma preocupação do Museu Índia Vanuíre desde a sua reformulação museológica e predial concluída em 2010. Em 2011, o Museu lançou o projeto de acessibilidade desenvolvido pela museóloga e doutora pela Escola de Comunicação e Artes da USP, Amanda Pinto da Fonseca Tojal (MHPIV, 2021).

Conforme o Plano Museológico da instituição apresenta:

A acessibilidade é definida como a condição de alcance e percepção de um elemento de edificação, mobiliário ou de informação, é considerada em todos os programas sempre que pertinente e tratada especificamente nas ações de manutenção predial e de comunicação dos objetos de museu (PLANO MUSEOLÓGICO, 2018, p. 16).

A acessibilidade deve ser compreendida em suas diferentes vertentes, quais sejam: acessibilidade atitudinal, arquitetônica, comunicacional, instrumental, metodológica e programática.

No entanto, para este boletim, será considerada a acessibilidade comunicacional que, de acordo com a Fundação Dorina (2021, p. 01), diz respeito ao:

Acesso à comunicação interpessoal (como língua de sinais), comunicação escrita em livros, apostilas, jornais, revistas e comunicação virtual. Exemplo: a presença de intérprete de Libras e a áudiodescrição de imagens, sejam elas fotografias, filmes, peças de teatro ou eventos em geral.

O Museu Índia Vanuíre, com o intuito de atender todas as formas possíveis de acessibilidade, apresenta em seu site institucional vários conteúdos que podem ser encontrados de maneira acessível, como, por exemplo, a aplicação de contrastes de letras maiores ou menores A+/A-. O leitor, ao clicar no A+, terá uma fonte maior e clicando no A-, um estilo de fonte menor. Na imagem abaixo é possível observar esse recurso.

O site mostra ainda, desde 2014, o Hand Talk, chamado de Hugo; recurso que disponibiliza um tradutor em Libras. Ao clicar em cada menu e acionar o Hand Talk, o bonequinho virtual Hugo irá traduzir para o leitor, o conteúdo em Libras. Vale enfatizar que, posteriormente, a acessibilidade digital se tornou obrigatória, com base na Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015.

Cabe ressaltar que é possível, também, fazer a leitura dos textos disponíveis no site e transformá-los em sons. Atualmente, existem vários aplicativos utilizados por pessoas com deficiência visual para a realização desse recurso, dentre eles o NVDA (NonVisual Desktop Access), que foi utilizado por nosso convidado para fazer a leitura da imagem apresentada abaixo. Para conhecer um pouco mais desse recurso, acesse o link do vídeo que foi postado nas redes sociais da instituição: https://fb.watch/6CZ9E2zr2u/.

Para além do site institucional, o Museu Índia Vanuíre busca tornar suas redes sociais mais acessíveis, com diversas atividades virtuais inclusivas, como, por exemplo, nas postagens do Facebook e Instagram, que sempre são acompanhadas pela hashtag #PraCegoVer. Nesse caso, é utilizada a descrição da imagem postada; assim, a pessoa cega ou com baixa visão consegue ter uma noção do conteúdo apresentado e da imagem composta.

Para acesso ao site do Museu:  https://www.museuindiavanuire.org.br/

REFERÊNCIAS

BRASIL. Lei 13.146 Disponível em:  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em: 08 jul. 2021.

FUNDAÇÃO DORINA. Uma sociedade moderna e inclusiva só acontece quando todos os cidadãos têm os mesmos direitos e oportunidades. Disponível em: http://fundacaodorina.org.br/blog/sete-tipos-de-acessibilidade/. Acesso em: 08 jul. 2021.

MUSEU HISTÓRICO E PEDAGÓGICO ÍNDIA VANUÍRE. Acessibilidade. Disponível em: https://museuindiavanuire.org.br/visite-o-museu/acessibilidade/. Acesso em: 08 jul. 2021.

MUSEU HISTÓRICO E PEDAGÓGICO ÍNDIA VANUÍRE. Plano Museológico. Brodowski. ACAM Portinari. SEC. 2018.

TORRES, E. F. MOZZONI, A. A. ALVES, J. B. da M. A acessibilidade à informação no espaço digital. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ci/a/gPYYvnFkpFYfJGmqpVgk8HF/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 08 jul. 2021.

Venha conhecer, participar, compartilhar dos nossos projetos e atividades.