• aumente a fonte
  • diminua a fonte
  • aplique contraste

A importância do trabalho de conservação no manuseio de objetos sob a guarda do Museu Índia Vanuíre

Publicado em: 1 de agosto de 2021

O Museu Índia Vanuíre realiza, periodicamente, exposições virtuais em seu site institucional, com o intuito de ampliar a visibilidade de seu conteúdo e acervos para públicos que conseguem acessar o Museu à distância. Nessa perspectiva, a exposição autonarrativa “Ató Jagí Burum Krenak – Tecendo Saberes do Povo Krenak” que atualmente se encontra no espaço expositivo do Museu, pela importância do seu conteúdo, passou a contar com uma versão virtual. 

Dentro do processo de trabalho de migrar a exposição física para o ambiente virtual, foi necessário realizar o registro fotográfico das peças para elas fazerem parte de galerias virtuais. São seis galerias com as seguintes temáticas: Armamentos, Embira da Piteira, Trançados, Adornos, Vestimentas e Instrumentos Musicais. Na exposição física, são apresentados os objetos confeccionados durante o processo de desenvolvimento, além de um vídeo e fotos exibindo o passo a passo da confecção das ferramentas. Como o objetivo era migrar a exposição já existente em formato físico para o ambiente virtual, foi necessário realizar o registro fotográfico das peças da exposição “Ató Jagí Burum Krenak”. Já existem fotografias desses objetos, mas com um viés voltado à documentação. Nesse caso, foi feito um registro buscando um olhar mais estético para a visualização do público nas galerias virtuais. 

A participação da equipe da reserva técnica, no manuseio correto desses acervos, é imprescindível, pois os profissionais têm habilidades voltadas para a conservação e a segurança do acervo, além de ser importante destacar que, para cada tipologia de acervo, há uma regra de manuseio. Com isso, busca-se evitar um dano irreversível ao acervo pelo incorreto manuseio dele. Esse processo de transporte das peças é realizado levando em consideração as orientações do Plano de Conservação do Museu Índia Vanuíre. 

As peças, antes de serem transportadas, passaram por um processo de avaliação do estado de conservação. Após essa análise, foram movidas para um local onde fosse possível realizar o registro fotográfico, o qual ficou sob a responsabilidade do Centro de Referência. Foram fotografadas 24 peças e, após a finalização, a equipe da reserva técnica, não constatando nenhuma alteração ou necessidade de intervenção nos objetos, devolveu as peças à exposição. As fotos foram inseridas juntamente com o registro da confecção de cada uma, em suas respectivas galerias. É possível conferir o resultado da exposição virtual “Ató Jagí Burum Krenak” no site do Museu Índia Vanuíre, acessando o link na página inicial “Exposições Virtuais”. 

Todo esse cuidado no manuseio, para a realização de qualquer ação com o acervo, é importante para a preservação da memória dos objetos que estão sob a guarda do Museu. É um trabalho que conserva não só uma peça, mas vivências e histórias. 

MUSEU H. P. ÍNDIA VANUÍRE. Plano de Conservação. Brodowski: ACAM Portinari, 2017.

regua-de-logos-museu-india-vanuire-governo-sp

Todos os direitos reservados. © Museu Índia Vanuíre 2020.